quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

BEIJOS CÓSMICOS


Por acaso te conheci
Tão bem eu me senti
Me encantei por seu sorriso e seu olhar
De você passei a gostar
Meu telefone eu te dei
Algumas palavras suas apenas esperei
Fiquei feliz em de novo poder te ver
Breves, mas lindos instantes viver
Aconteceu entre nós uma sincronia
Que encheu tudo de magia...
Quando saí de novo com você
Não fazia ideia do que podia acontecer
Passeamos e na chuva ficamos sozinhos
Deus resolveu unir nossos caminhos
De repente, você me deu um quente e gostoso abraço
Talvez aconteceria um "amasso"!
Nossos rostos se encontraram e volcê me beijou
Naquele momento, tudo parou
Meu chiclete eu engoli
Quando seu beijo eu senti
Fixamente você me olhou
Tão docemente de novo você me beijou
Algo tão macio, gostoso, cósmico e perfeito
Seus lábios tocando os meus daquele jeito
Nos braços um do outro, tudo tão profundo
Por longos momentos estávamos esquecidos do mundo...

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

ADOLESCÊNCIA


A adolescência
É uma fase conturbada
Confusa, atrapalhada
Vivemos em busca de uma identidade
Muitas vezes com dificuldade
Tudo se torna intenso
Toma um tamanho imenso
A cabeça fica feito um turbilhão
Os pensamentos mudam e vagam pela imensidão
Tudo acontece ao mesmo tempo
Queremos viver intensamente cada momento
Coração fica cheio de emoções
As mais profundas sensações
Raiva, amizade, carinho, paixão
Muitas vezes de solidão
Nosso desejo é a nós mesmos a gente encontrar
Ter alguém pra conversar
E perto sempre estar
Alguns encontram o grande amor
Às vezes sofrem e aprendem a dar valor
Entendemos o que é saudade
Valorizamos a amizade
E buscamos a felicidade
Que não tem idade

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

ESQUECI DE TE ESQUECER


Tento lhe esquecer
Mas escrevo muitas coisas sobre você
Não posso me enganar
Dizer que tudo vai melhorar
Mas duvido que vá
Preciso de você
Já não sei o que fazer
Hoje estou aqui pra te cobrar
Sobre o nosso amor devemos falar
Agora só me resta escrever este poema
Pra de mim você lembrar
Preciso de você
Esqueci de te esquecer
Sinto sua falta e ninguém pode ver

domingo, 28 de dezembro de 2008

MÚSICA DO CORAÇÃO


É só prestar atenção
Na letra de uma canção
Quando você menos esperar
Ela já vai estar no seu coração
Não se pode acreditar em tudo o que se diz
O que todo mundo quer é ser feliz
Não importa o que de mim falem
Que se danem, que todos se calem
Pois o que importa pra mim
É o a música diz, enfim
Porque em algum determinado momento
Ela pode expressar o meu sentimento
De emoção, paixão, reação!
Pois penso que assim como os poemas
Que podem ter vários temas
As músicas moram e vêm do coração!

sábado, 27 de dezembro de 2008

QUERIDA NAMORADA


Querida namorada
É tão linda
Muito despachada
Seus olhos eu avistei
Por você eu me apaixonei
Sei que fui um cara muito chato
Mas eu estava encantado
Queria de verdade estar do seu lado
Finalmente você me deu uma chance
Me esforcei pra de mim você gostar
Pudesse me amar...
Eu não sou um namorado perfeito
Fico feliz que você aceite o meu defeito
Você quase sempre me bate e me chama de bizonho
Mas acabou realizando o meu sonho
Posso não ser um menino muito carinhoso
É que eu fico ansioso
Com medo de te perder
E muito orgulhoso
Por ter você como minha namorada
Uma menina tão amada
Te amo de montão
É por você que bate o meu coração
Me desculpe se nunca te falei
Mas este momento esperei
Poder este poema escrever
E essas coisas te dizer
Somos um casal diferente
Muito carinho há entre a gente
Gosto de poder te abraçar
Entre meus braços te abrigar
Com firmeza te segurar
E sentir você me beijar
Pra sempre vou te amar!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

PALAVRAS


Palavras voam no vento
Sobre o que sinto,
O que vejo, o que penso
Coisas que invento.
Palavras que expressam
Em certos momentos
Meus sentimentos e pensamentos
Quase sempre ficam no papel
Não são jogadas ao léu
Nem esquecidas
Porque além do papel
São guardadas em minha memória e coração
Muitas vezes a letra de uma canção
Que também é poesia
Pode alegrar meu dia
Com suas simples palavras...

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

VERÃO


O verão
É a melhor estação
Seu calor aquece nosso coração
Nessa época, pode surgir uma grande paixão
No verão, gosto de ir na praia
Cair com meus amigos na gandaia
O verão eu vou aproveitar
Pra me jogar no mar
Talvez eu encontre uma sereia
Que de noite converse comigo na areia
Nesse verão, quero meus amigos e um grande amor
Que andem comigo por onde eu for
Na mala, não levo mágoa
Vou lavar minha alma com água
Com a água do mar, que é salgada
Não quero pensar em mais nada
No verão quero viajar
Minha rotina mudar
Muitos lugares novos pra conhecer
Grandes experiências viver
Porque pra onde quer que eu vá
Vou ter boas histórias pra todos contar
Nesse verão
Vou fazer uma bela canção
Para a dona do meu coração

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

SINTO FALTA


Sinto falta daquilo que não tenho mais
Ninguém sabe do que eu sou capaz
Sinto falta da vaga lembrança
Do tempo em que eu era só uma criança
Sinto falta daquele que pra todo lado me levava
E que de mim eu sei que gostava
Sinto falta das pessoas que já morreram
E que comigo sempre estiveram
Sinto falta de quem está distante
Que talvez verei ali adiante
Sinto falta do tempo que passou
Como um pássaro voou
Sinto falta de olhar para o mar
De na praia poder descansar
Sinto falta daquela antiga felicidade
Quero mudar minha vida de verdade
Sinto falta de tantas coisas
Nem sei quantas são
Mas sei que sempre vão estar
Guardadas no meu coração

domingo, 14 de dezembro de 2008

COISAS DA MINHA VIDA


O silêncio me traz paz
Mesmo que seja por um momento fugaz
A água me traz pureza
Mesmo caindo do meu rosto na tristeza
O vento me traz alegria
Mesmo que seja numa noite fria
O fogo me traz calor
O mesmo que pode vir de um grande amor
O pássaros me trazem a canção
Que me acalma nas horas de solidão
A amizade me traz felicidade
Mesmo que algumas vezes eu sinta saudade
A música me traz inspiração
Na poesia que vem do coração
Na poesia encontro a salvação
Quando estou me sentindo perdida e sozinha
Pois me sinto como uma erva daninha
Essas são coisas da minha vida
Onde às vezes se abre uma ferida

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

VERBOS E MAIS VERBOS


Amar
Magoar
Apaixonar
Respeitar
Perdoar
Chorar
Machucar
Alegrar
Festejar
Perceber
Perder
Morrer
Sofrer
Entender
Esquecer

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

A amizade é o sentimento mais bonito depois do amor, principalmente quando é verdadeiro. O verdadeiro amigo é aquele que te entende, te ajuda, em quem você confia cegamente.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

SEM SAÍDA


Sei que quando canto você pode me escutar
Pois tenho muito o que te falar
O tempo vai nos dizer quem é quem
Vamos ver se o que temos vai além
O destino me trouxe até aqui
E por isso não vou te deixar ir
Nem tudo na vida tem um porquê
Não temos que tentar isso saber
o que sinto vai além das palavras
Palavras que podem ser mais fortes que as espadas
A vida nos leva onde temos que ir
Não temos pra onde fugir

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

BRUNA



Bruna, minha gente
Minha amiga é só uma
É inteligente
Gosta muito da gente
É carinhosa
E toda prosa
Formosa como uma rosa
Querida como uma margarida
Como eu, é louca!
Juntas, gostamos de ouvir música
É pagodeira
E companheira
Quase não nos vemos
Mas quando estamos juntas e sozinhas
Fazemos muitas coisinhas...
Apesar de tudo o que acontece
Nossa amizade permanece
Sabe que é minha melhor amiga
Sempre está presente em minha vida
De ti nunca vou esquecer
Pode me procurar
Sempre vou te ajudar
Espero que dure muito nossa amizade
De ti sinto muita saudade
Escrevo esta poesia para alegrar teus dias
E para nunca te esqueceres de mim
Pois pra mim, como uma canção
Tu moras no meu coração!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

MINHA AMIGA EUGÊNIA


Minha amiga Eugênia
É uma gênia
É muito companheira
Sempre roqueira
Entre nós, somos duas fofoqueiras
É a mais linda
E a mais querida
Muito divertida
Ela gosta de desenhar
De muita música escutar!
Minha amiguxa é a Gee
Juntas, tudo podemos fazer
Perto dela eu gosto de estar
Sobre tudo gostamos de falar
Fico feliz em ser das suas amigas a melhor
Por você tenho muito amor
Bem que algum dia podíamos sair
Sem pensar aonde ir
Comigo você pode contar
Quando quiser desabafar
Pra sempre vou te adorar...

domingo, 7 de dezembro de 2008

AMOR SEM FIM


O destino nos uniu
Na minha vida você surgiu
Quando teus olhos encontrei
Por você me apaixonei
Muito eu tentei
Confesso, até apelei
Finalmente te conquistei
Você é muito importante pra mim
No meu coração mora um amor sem fim
Você mudou a minha vida
A mesma que às vezes fica perdida
Se entre nós acontece uma briga
Te amo como nunca amei ninguém
Igual a você, jamais vai existir outro alguém
Me perdoe se algum dia te magoei
Para sempre te amarei
Espero que você possa entender
O que eu estou tentando te dizer
Se algum dia eu te perder
Não sei o que vou fazer
Sem o seu amor eu não posso viver
Compreenda meu jeito de ser
Defeitos eu sempre vou ter
Desejo que com minhas virtudes e defeitos você me aceite
Com carinho me abrace e me beije
Há horas tenho chorado
Meu apaixonado coração está magoado...

sábado, 6 de dezembro de 2008

GRITOS


Me sinto muito mal
Mesmo sabendo quem você é
E que não posso te fazer feliz
Posso até te ver como alguém normal
Mesmo sabendo o que você quer
E que nunca quis ficar comigo
Por isso eu vou te pedir
Só preciso de uma chance
Algo que esteja ao meu alcance
Gritos de silêncio
Só uma chance de lhe confessar
Tenho tantas coisas pra falar
Que estão guardadas em meu peito
Por você eu tenho respeito
Se o meu amor é tudo o que você quer
Não o procure em outro qualquer!
Preciso te dizer
Que não quero te perder...
Ouça meus gritos
Nós dois estamos perdidos

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

PENSAMENTOS E SENTIMENTOS


O amor é um sentimento
Que me consome por dentro
Tão puro que às vezes não tem entendimento
Por isso, às vezes sinto tristeza
Mas tenho sutileza
De escondê-lo e guardá-lo em meu ♥
Alguns momentos nem sei bem o que sinto
Mas você sabe que eu te amo, eu não minto
Você, com seu sorriso, desperta minha paixão
Sem eu notar, da minha boca saem coisas sem sentido
Quando você foi embora, meu mundo ficou perdido
Se eu choro, me lembro de você, do seu consolo
Gostaria de encostar minha cabeça no teu colo
Você mudou muito, eu bem sei
Mas a única coisa que eu queria entender
Por que não como antes é meu amigo?
Por que como antes não estã sempre comigo?
Com isso, você magoou meu ♥
Quero de volta a sua amizade
Há momentos em que me bate muita saudade
Quando contigo conversei, disparou meu ♥
Olhando nos teus olhos, senti tanta emoção
Esqueci do meu orgulho, mesmo com vergonha, falei
Não pude esconder e chorei
Na sua frente você me viu chorar
Senti tanta vontade de te abraçar
Nunca te escondi meus sentimentos
Mas sempre respeitei seus pensamentos
O abraço e o beijo foram escondidos pela timidez
Quero poder abraçar-te, beijar-te e falar-te tudo outra vez

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

IMAGINAÇÃO E CORAÇÃO


Fértil a minha imaginação
Me faz voar junto com meu coração
Coração chucro, que só bate por ti
E quer ser sempre assim
A imaginação me faz voar
No compasso do meu coração
Queria que comigo estivesse
Para sentir esta emoção

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

CONSEQÜÊNCIA


Todo erro tem uma conseqüência
Tenho que encarar tudo com paciência
Porque eu não tenho mais inocência
Quero saber qual é a próxima conseqüência
E qual vai ser a minha penitência

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

PASSADO


Nada pode apagar o meu passado
Tudo o que fiz de errado
Pra mim está tudo acabado
Tenho muito pra dizer
Mas o que me resta fazer
É esperar
Como isso demora
Quero que chegue logo a hora
Por isso, às vezes tenho gana de chorar
Gostaria de voltar no tempo
Congelar algum bom momento
Esquecer um pensamento
Não posso apagar o meu passado
Por mim será sempre lembrado
Mesmo que algo dê errado
Que precisaria ser mudado
Algo de bom no meu ♥ será guardado

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

SILÊNCIO


O silêncio me diz
Que tudo o que eu quis
Eu não vou poder ter
Isso é mentira
Silêncio, não provoques minha ira
Silêncio, às vezes eu preciso
No momento indeciso
Ouço o que ele me fala
Isso não me abala
Porque eu sei que às vezes ele é mais eficiente
Que as palavras
Palavras que podem magoar
Ou até alegrar
Quando para o amado
Não se precise dizer nada
Ou que as palavras ficam escondidas
E até perdidas
Um sorriso basta
Para alegrar a casa
Expressando um sentimento
Num lindo momento
Silêncio, você me diz
Que pra sempre vou amar o mesmo alguém
E que não tem mais ninguém
Que possa me fazer me sentir assim
Pois pra mim
O silêncio pode expressar
O quanto um coração pode amar

domingo, 30 de novembro de 2008

NÃO POSSO DIZER NÃO


Não importa o que aconteça
Mesmo que a tristeza permaneça
Te dou meu coração e ele sangra na sua mão
Pra você eu não posso dizer não
Tão docemente você me irrita
E mesmo que eu me sinta perdida
Cega pela paixão
Pra você eu não posso dizer não
Mesmo quando você briga comigo
E acho que perdi um amigo
Não adianta negar, não
Pra você eu não posso dizer não
É só você pedir que eu te dou
Pra onde você quiser eu vou
Não me importa outra opinião
Pra você eu não posso dizer não
Caindo talvez na decadência
Sem pensar na conseqüência
Muitas vezes acabo na escuridão
Pra você eu não posso dizer não
Muito cuidado com o que me pede
Quase sempre tudo antecede
Não penso na minha ação
Nem na sua intenção
Pra você eu não posso dizer não...

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

NOSSO AMOR É ASSIM!


O amor é assim
Nos deixa cego, surdo, mudo
Perdemos a noção de tudo
Muitas vezes a gente se magoa
Ficamos tristes à toa
Quem ama de verdade deve confiar
E na verdade deve acreditar
Entre nós dois existem muitas mentiras
Vindas de pessoas ridículas
Você precisa acreditar em mim
Ou a tristeza vai me dominar, enfim
Prefiro que tudo fique acabado
Do que eu te ver magoado
Muitos dizem que você está sendo traído
Mas tu não sabes o que por ti eu tenho feito
Quero apenas que em mim você sempre confie
Que pela estrada da vida você me guie
Você não sabe o que eu tenho passado
Por você eu tenho chorado
Remédios tenho tomado
Preciso da sua confiança
Guardar uma boa lembrança
Quem ama, confia
Transmite segurança e alegria
Por favor, acredite na MINHA verdade
E esqueça toda essa vaidade!
Temos de aceitar a verdade e a realidade...

terça-feira, 25 de novembro de 2008

FANTASMAS


Tenho comigo muitos fantasmas
Que vagam como penadas almas
Fantasmas de minhas memórias
De coisas notórias
Que eu nem quero saber
De algum jeito quero esquecer
Fantasmas de muitas coisas inúteis
Ridículas e fúteis
Fantasmas de coisas que já passaram
Que muito mal me fizeram
Quero me livrar desses fantasmas
Para mim, eles são como o lítio
Tomam conta do meu espírito
Preciso descansar minha alma

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Um pouco sobre mim

Pra começar, vou falar sobre o blog. Ele nasceu de uma sugestão dada por um parente, para que mais pessoas conhecessem as coisas que eu escrevo; portanto, aqui está ele e espero sinceramente que dê certo. Será um prazer pra mim compartilhar um pouco da minha paixão de cada dia aqui com vocês.
Sempre gostei de escrever, desde muito pequena. Aprendi a ler praticamente sozinha, aos 4 anos de idade. Desde então muito me interessei pela leitura e escrita; porém abandonava meus manuscritos pelo caminho, pela óbvia inutilidade que tinham. Com o passar do tempo, passei a me interessar mais por ela, e desde o ano passado a poesia passou a fazer parte frequente da minha vida, através do jornal Zero Hora e também de uma leitura um pouco mais reflexiva de poemas de Mário Quintana, Vinicius de Moraes, entre outros.
Um tempo depois, comecei a formular meus primeiros versos e não parei mais. Com certeza a produção literária que tenho até agora vai ser suficiente para atualizar o site durante um bom tempo; felizmente sei que outros virão. Mas podem ter certeza: mesmo nos dias de plêiade, não deixarei de postar alguma coisa aqui, mesmo que talvez não saia a meu gosto. Espero que gostem, pois hoje sei que as coisas que escrevo são muito importantes pra mim.
Abraços poéticos a todos, até um dia qualquer! :)

Letícia Bolzon Silva