sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

ANO NOVO

Esse ano está terminando,
Muita coisa ainda está por vir
Outro ano novinho está chegando
E deste vou me despedir.

Tudo o que passei vai ficar nas minhas lembranças
O passado não se pode mudar
Sigo minha vida nas andanças
Porque agora só me resta esperar.

Esperar por outros tempos e dias
Continuar buscando a paz pra viver
Não quero que me impeçam de ser feliz
Poesia nova poder sempre escrever

Versos do jeito que eu quis
Me trazendo sinceras alegrias.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

BOA O BASTANTE

Não posso te negar nada
Pois meu coração não deixa
Apesar das torturas
E decadência.
Choro de tristeza
Choro de raiva
Choro de saudade
Daquilo que somos juntos.
Gostaria de ver
Que sou boa o bastante pra você
Em cada pobre ação
Do meu dia-dia monótono...
Você é o que não me deixa desistir
Apesar da minha grande dúvida,
Envolta no feitiço de seus olhos...
Te escuto me chamando,
Te sinto me observando,
Me machucando ou escutando
O tormento.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

TORTURA II

Amor, me dói tanto
Que não acredite em minhas promessas
É uma tortura pensar
Em te perder
Pode ser que o homem
Não viva só de pão,
Ou que não viva das minhas desculpas,
Mas se depender de mim vou mudar
E não haverá adeus entre nós.
Não se acanhe, baixe a guarda
Ouça minha "neguinha", não se vá
Tem o meu amor a semana inteira
Mas me deixe o sábado pra descansar
Linda, não me castigue mais
Lá fora sem você não tenho paz
Sou um homem arrependido
Uma ave que volta ao seu ninho.
Nunca fui santo, mas estou cheio de solidão...
Tudo o que eu fiz por você
Foi complicado aguentar, tortura
Não pode mais ser assim
Se vai embora chorando,
Não vou chorar por você
Mas não vou desistir de nós dois!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

TORTURA I

Meu amorzinho
Te dou minha poesia
E por favor, guarde minha alegria.
Não importa se alguns dias são nublados
Ou se algumas sextas não têm festa
Apenas peço o seu perdão,
Acredite, meu choro é sincero
E ninguém mais passa pela minha mente.
Me dói muito
Que tenha fugido sem dizer onde ia
É uma tortura te perder
Nunca fui um santo
Mas posso melhorar, amor
Aceite minhas desculpas
Porque só com o erros se aprende
E seu coração sempre foi meu!
Não quero dizer adeus
Ou largar o que você diz ser o "osso"
Pra qualquer cachorro.
O inverno sempre molesta as rosas
As macieiras nunca poderão dar pêras
O eterno não pertence aos mortais
E não se podem dar pérolas aos porcos,
Mas não vou desistir.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

EU AMO

Eu amo teus cabelos
Por reluzirem os raios de sol
Eu amo teus olhos
Por terem a cor do céu mais bonito
Eu amo teu sorriso
Por me transmitir calma e paz
Eu amo nossas conversas simples
Por me fazerem esquecer a tristeza
Eu amo teu silêncio
Por me entender e ouvir quando estou confusa
Eu amo tua companhia
Por aplacar meus momentos de solidão
Eu amo tuas virtudes
Por me conquistarem devagarzinho
Eu amo teus defeitos
Por te fazerem único e especial
Eu amo tua amizade
Por ser o que eu mais precisava.

domingo, 19 de dezembro de 2010

BUSCA

Busco a palavra
Mais bonita do mundo
Que possa expressar um pouco
Do meu grande amor por você.
Nenhuma palavra
É o bastante para o que
Você significa pra mim,
Mas quero sempre te dedicar
O melhor de mim a cada dia,
E a minha poesia mais sincera
Vinda do meu coração.
Busco o melhor caminho
Para alcançar meus sonhos
Onde existe um mundo muito melhor,
Busco a verdade da vida,
Busco o verdadeiro amor,
Busco a paz.

sábado, 18 de dezembro de 2010

CONTINUE

Continue respirando.
Continue vivendo.
Continue tentando.
Continue amando.
Continue sorrindo.
Continue sendo o que você é!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

TE ADORAR

    É muito bonito
    A cada madrugada depois do amor
    Ouvir de cansaço teu suspiro
    Enquanto adormece a minha flor.
    Fico acordado durante a noite, a descansar
    Só pra te ver dormindo
    Em silêncio te adorar
    Olhar o teu corpo pleno me seduzindo.
    Logo sou tomado por Morfeu
    Quando deitas nua em meu peito a ouvir meu coração
    Meu desejo é ser apenas teu
    Tua vida, teu amor, tua paixão.
    Minha linda menina
    Se tornou uma mulher
    Atraente, feminina
    Que sabe bem o que quer.
    Quando amanhece, juntos acordamos
    Plenos de amor e carinho
    Em desejo nossos corpos colamos
    Permanecendo em nosso ninho.

    quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

    MENINA MULHER

    Sou uma mistura
    De várias em uma só
    Muitas coisas,
    Mas nenhuma que você conheça.
    Tenho sonhos de uma menina
    E desejos de uma mulher!
    Ando por vários caminhos
    Que me levam a lados obscuros
    Me revelando o que sou de verdade;
    A menina tem medo
    A mulher arrisca
    A menina gosta
    A mulher deseja
    A menina cai
    A mulher levanta
    Menina mulher
    Sou fera, sou anjo
    Mas não sou santa.

    segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

    SERÁ QUE É AMOR?

    vSempre me pergunto
    Se o que sinto por você
    É amor, amizade, carinho
    Ou apenas desejo carnal.
    Tenho muito medo de me sentir
    Assim, apesar de ser algo bom
    Pode nos iludir, ferir
    E separar.
    Você não sai da minha cabeça
    Mora em meus mais estranhos sonhos
    Tendo grande espaço dentro
    Do meu pobre coração.
    Tem sido meu anjo da guarda
    Minha fonte de poesia
    Teus olhos claros me encantam
    Enquanto às vezes meu coração
    Dispara e lhe chama...
    Será que é amor?
    Eu não sei, mas preciso de
    Tua ajuda para tentar descobrir
    O que se passa comigo.
    Se for, o que posso fazer?
    Posso estar sentindo algo que achei
    Que já não seria capaz,
    Mas não quero te perder
    Ou esquecer.

    domingo, 12 de dezembro de 2010

    NÃO ADIANTOU

    De nada adiantou
    Repetir o que passou
    Não tem nada que eu
    Possa fazer.
    Esquece, vem dançar comigo
    A nossa canção
    No ritmo de cada coração...
    Os passos da vida
    Que nos uniu
    Nos fazem bailar plenos de amor
    Entre nossos beijos e segredos
    Deixemos nos embalar
    Em cada nota simples
    Cheias de intimidade.

    sábado, 11 de dezembro de 2010

    TRISTEZA

    Por que perguntas
    Se estou chorando?
    Só quero chorar
    E nada mais,
    Não preciso de motivos.
    Deve ser só tristeza,
    Algo que não consigo explicar
    Mas posso sentir
    Com muita clareza
    Todos os dias.
    Apenas preciso de um colo
    Que não me julgue
    Onde eu possa chorar
    Ter consolo e proteção
    Para tentar diminuir
    Minha tristeza tão profunda...
    A noite faz nascer minha poesia
    E minhas lágrimas doloridas
    No lado obscuro da vida
    Que é muito difícil de se viver.

    quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

    AGORA

    Agora
    É o que eu quero viver
    Aproveitar os segundos
    Ao teu lado
    E esquecer o que já passou
    Isso faz bem
    Ao meu coração.
    Posso fazer meus dias melhores
    Quando puder apenas
    Esperar pelo futuro,
    Dando uma nova chance
    A cada dia
    Sem perder a esperança...
    Você
    É o meu agora
    E quero que seja
    O meu futuro.

    quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

    CONSISTÊNCIA

    Pode rir de mim
    O quanto quiser
    Pode me medir
    De todos os ângulos,
    Não me incomodo.
    Não tenho medo do porvir
    Só me resta partir
    Sem rumo certo
    Consistir no que quero
    E nada mais.

    terça-feira, 7 de dezembro de 2010

    NÃO FAZ SENTIDO

    Os dias passam
    Não tenho o que fazer
    E faz tempo que não te vejo.
    Não acredito que você esteja bem
    Longe de mim,
    As coisas não precisam ser assim...
    O que aconteceu
    Com nosso lindo amor
    Que segundo você foi um erro?
    O tempo nos apagou
    E não foi bom viver,
    Mas sei que seu coração cruel
    Ainda me ama
    E que no final do caminho vai perceber
    Que já não posso esquecer
    Não faz sentido nosso amor acabar,
    Ou te arrancar de mim.

    domingo, 5 de dezembro de 2010

    TEUS OLHOS

    Nem que eu percorra
    Cada canto deste planeta
    Encontrarei olhos como os teus,
    Tão azuis e serenos.
    Os deuses colocaram
    Um pedaço do céu em teus olhos
    Em tua voz lambuzaram com carinho
    A doçura do mel fresco
    Nos cabelos
    Jogaram raios de sol
    E no sorriso
    A brancura das nuvens
    Onde os anjos moram.
    Na pele clara
    O cheiro dos campos
    Na presença ao meu lado
    Tranquilidade e timidez.