quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

BOA O BASTANTE

Não posso te negar nada
Pois meu coração não deixa
Apesar das torturas
E decadência.
Choro de tristeza
Choro de raiva
Choro de saudade
Daquilo que somos juntos.
Gostaria de ver
Que sou boa o bastante pra você
Em cada pobre ação
Do meu dia-dia monótono...
Você é o que não me deixa desistir
Apesar da minha grande dúvida,
Envolta no feitiço de seus olhos...
Te escuto me chamando,
Te sinto me observando,
Me machucando ou escutando
O tormento.

2 comentários:

Obrigada pelo feedback!