segunda-feira, 26 de setembro de 2011

TRAÍDA

Sei que para a Deusa sou especial
Na Morada da Noite encontrei um lar
E deixando minha vida quase sepulcral
Aprendi a meus poderes controlar.
Meus amigos são como minha família
Temos fortes ligação elementais
Mas agora sei que fui traída
Por pessoas que considerava especiais.
Minha mãe comigo já não se importa
O que não faz nenhuma diferença
A mentora de um jeito estranho se comporta
Soprando longe a minha confiança.
"A escuridão nem sempre equivale ao mal
E a luz nem sempre traz o bem."
Morte de perto me abateu
Levando minha melhor amiga
Minha mente se transformou em breu
O que me deixou tristeza e ferida.
Fui surpreendida por intenso desejo
Que me faz me sentir mulher
Sangue misturado no beijo
Nos enchendo de prazer.

sábado, 24 de setembro de 2011

SILÊNCIOS

Se você não fosse
Meu amigo de verdade
Como o irmão que eu sempre quis
E se não se importasse
Com aquilo que sinto
Não faria de tudo
Pra não me ver sofrer ou chorar
Nem me aceitaria ao teu lado
Em nossas conversas singelas.
Não te preocuparias
Se estou bem
Ou se ainda tenho inspiração
Pra escrever novos versos.
Teus silêncios me bastam
Pra que eu tenha consolo
Não precisas ter medo de me abraçar
Se não sabes o que dizer
É de ti que eu preciso
E não me pergunte por quê
Porque eu não sei dizer.
Mas é em ti que eu confio
Pra me abrigar...
Não me negue esta dádiva!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

QUERIDO DEUS

A cada dia sinto
Que nem mesmo todos os oceanos
De estradas silenciosas e solitárias
De distância
Vão poder te afastar de mim
Pelo que significas.
Por isso procuro rezar e pedir:
Querido Deus,
A única coisa que lhe peço
É que cuides do meu irmão
O abrace quando eu não estiver aqui
Não o deixe esquecer de mim
Porque eu lhe dei o meu melhor;
Que o faça feliz
Com um sorriso no rosto...
Sinto falta de nós dois
Mas você está aqui comigo
Eu te amarei pra sempre.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

AZUL

Quando olho no fundo desses olhos
Tão azuis, calmos e bonitos
Vejo verdades que a tua boca nega
Onde encontro a paz que tenho precisado
Consigo ler palavras que o silêncio esconde.
Lindos olhos azuis
Dos quais o céu tem inveja
Claros como água limpa
Ao sol ganham o verde dos campos
Na chuva, a cor do mar.
Olho azul do meu irmão
No qual eu me afundo
E me derreto;
Os quais eu nunca esqueci.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

AZYS

Fonte de alegria
Poesia de cada dia
Que vejo em teu sorriso.
Meu anjo querido
Em cujo silêncio me encontro
Não há nada que se compare
Ao que sinto; a esse amor.
O laço de sentimento que temos
Sei que é forte e recíproco
Mas já não posso entender
De onde ele vem.
Certas coisas não tem explicação
E mesmo que negues vejo em teu olho
Que te importas com o que sinto
Como um amigo e irmã
Que não quer me fazer sofrer
Mas eu sinto muito medo
De te perder, meu amor. 

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

CORAGEM

O que eu mais queria
Era ter plena certeza
Daquilo que sinto.
Se um dia meu coração
E o tempo
Me disserem que é paixão,
Não sei se terei coragem
De descrever em palavras
Meus desejos profundos
E sonhos secretos
Ou se guardarei pra mim
O sentimento que existir
Pra que o amor seja o bastante
Não sei se saberei
Agir com o coração.