quarta-feira, 27 de abril de 2011

ADRENALINA

Meu anjo,
Minha fonte de adrenalina,
Alegria, amizade e satisfação.
Adrenalina que quando te vejo
Percorre através do meu sangue
Fazendo meu coração disparar.
Adrenalina,
Hormônio da paixão
Que tenho medo que me confunda,
Nasça
E no afaste.
Adrenalina
Que me faz bem!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

PRECIPITADA

Procure não
Sofrer por
Antecipação.
Viva o presente,
Assim você vai
Sofrer menos
Pois amanhã
Você pode não estar aqui
Mas também
Não deixe de sonhar
Pois os sonhos
Nos fazem hoje
Melhor do que fomos ontem
Se corremos atrás deles.
Por isso,
Espere,
Sonhe
E não desista.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

PEDRAS

Minha amiga, minha irmã
Você não está sozinha,
Porque vou estar do teu lado
Sempre.
De certa forma
Sentimos a mesma coisa,
Queremos a mesma coisa...
Se te atirarem pedras,
Te defenderei
E guardarei-as para construir
Nossos castelos.
Um dia sei que poderemos
Ser o que quisermos
Termos nossas próprias vidas,
Cheias de paz;
E conquistaremos isso juntas
Com a ajuda do tempo
Da paciência
E da amizade.

sábado, 9 de abril de 2011

MORADA DA NOITE

Nyx,
Amada noite,
Um dia quero estar
Em tua morada...
Sob a coluna de bronze
Do céu
Dia e noite se cruzam
E se saúdam
Um ciclo se fecha
Outro começa,
Sempre foi assim!
Filhos de Nyx,
Saúdam sua Deusa
De onde vieram
A quem voltarão.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

PECADO

Tem uma força grande
Que muito bem me faz
Mas me mantive distante
Pensei que de ignorar fosse capaz.
Do sentimento tive medo
Pelo que poderia ser
Então guardei segredo
Mas já não ligo pro que vão dizer.
Cometo o pecado de te amar
Posso estar errado
Mas não posso negar,
Que quero você.
Por muito tempo me senti sufocado!

domingo, 3 de abril de 2011

PULSO

Talvez eu esteja
Perdida demais
Para ser salva...
Será mesmo?
Nunca tentei matar a vida
E sim a enorme dor
Que há aqui dentro
Do meu coração.
Qualquer dor física
É tão ínfima
Que parece aliviar
O que mata de verdade,
E meu pulso é a prova
Já que a minha alma chora e grita
E meu coração dispara!
Meu torniquete
Traz a salvação de volta
Pra que eu não conheça a lápide
No suicídio.