terça-feira, 27 de abril de 2010

AMANTE


Eu não preciso de um amante
Para ter tudo o que tenho.
Tudo o que eu poderia desejar
E até um pouco mais
Está ao meu alcance todos os dias...
O olhar sereno que me acalma
A boca bonita do beijo doce
Que me cala ou me seduz.
A mão delicada que me faz carinho
O abraço que me aquece e mantém segura
A palavra meiga que me apaixona
O colo paciente que apascenta minhas lágrimas.
O sorriso perfeito que derrete meu coração
O cheiro suave que está em todo lugar
A pele alva que me toca e reluz ao sol
E tantas outras coisas mais
Que nem sei como descrever,
Mas sei que para mim
Tu és tudo:
Amigo, amor, amante, companheiro
E aquilo que tu me dás
Nenhum outro tem, tenha certeza disso.
Eu simplesmente te amo muito.

domingo, 25 de abril de 2010

SINA II


Nós somos os mesmos
Mas a sua rotina mudou
Horários, lugares e pessoas
Outros rostos e vozes
Que interagem e te modificam,
Depois seus valores são impostos
Por nossas vontades.
Alguns caem por terra
E outros surgem de repente
Você vive outro ciclo
Com muitas outras fases,
Nova vida, outros interesses e ambições
Somadas a outras,
Provocando uma grande mudança
De direção!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

ME TRAGA PARA A VIDA


Como você pode olhar em meus olhos
Como se pudesse ler minha mente?
Me sinto tão entorpecida,
Sem alma.
Meu espírito dorme ne escuridão
Esperando que você o leve
Pra casa.
Me acorde por dentro
Me salve, chame meu nome
Faça correr o meu sangue
Antes que eu me desfaça
Porque eu me tornei nada.
Sei o que é sentir saudade
Respire e me torne real,
Me traga para a vida, não me deixe!
Eu acredito numa mentira,
Mas não tem nada.
Congelei por dentro sem você,
Apenas você é a vida
Onde há morte.
Abra meus olhos pra tudo
E não me deixe morrer aqui
Porque deve ter algo mais.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

ESPERA


O que eu não faria
Para estar em teus braços
Apenas um instante...
O que eu não faria
Para ter um beijo da tua boca
Nem que seja só uma vez...
O que eu não faria
Pra ter tua total confiança
Garantindo paz entre nós dois...
O que eu não faria
Pra te dar todo o meu amor
Que nunca foi de ninguém...
O que eu não faria
Pra ficar do teu lado
Sem ter medo do que possa acontecer...
O que eu não faria
Para ao menos olhar em teus olhos
E dizer-te uma só palavra...
O que eu não faria
Pra fazer-te um carinho
E não ter vergonha do que possa sentir...
Eu posso te fazer feliz
Se você quiser
Espero tua resposta
Através do tempo.

domingo, 18 de abril de 2010

VERSO BRANCO


Verso branco
Poesia sem rima
Gosto de sua companhia
Já que não há conflitos assim.
Meus pensamentos têm estado
Misturados, mas sempre chegam um
Mesmo lugar sem eu perceber,
E talvez eu não possa esconder o que
Venha a sentir...
Obrigada por entender os meu motivos.
Te acho uma pessoa muito legal,
Por não me julgar pelo que aconteceu;
Se eu sentir ciúme,
Eu não vou negar
Porque com certeza um dia
Você vai saber que aquela
Vontade repentina pode ter se
Transformado em algo
Muito maior.
Se for pra saber,
Que seja por mim,
Porque terceiros sempre podem
Inventar coisas que
Nunca aconteceram.

sábado, 17 de abril de 2010

CONSELHO


Ame
E dê vexame.
Ria de si mesmo
Mergulhe nas palavras de um texto.
Olhe-se no espelho
Se desfaça do gasto e velho.
Faça o que te der vontade
Se permita, sinta saudade.
Reconheça seus erros
Sepulte todas as mágoas num só enterro.
Dê a cara pra bater
Ouça o que seu coração tem a dizer.
Não deixe o tempo passar demais
Comece a paz do mundo pela sua paz.
Lute pelo que acha certo
Tenha seus amigos sempre por perto.
Escreva sobre seus sentimentos
Viva plenamente os bons momentos.

terça-feira, 13 de abril de 2010

POR AMOR


Eu te odeio
Eu sinto sua falta
Eu perco você
Eu preciso de você
Eu te amo
Eu choro por você
Eu te adoro
Eu te quero
Eu lembro de você
Eu te procuro
Eu dou risada com você
Eu te perdoo
Eu escrevo versos pra você
Porque é por amor.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

METÁFORA DE AMOR


Tu tens cabelos de seda
Olhos encantadores
Voz calma de doce fera
Que despertam as razões dos amores.
Teus lábios são suaves lírios
Me trazes a brisa da manhã na carícia
Por ti entre as horas me encontro aos supiros
Num sorriso de terna delícia.
Esse nosso amor é chama acesa do coração
Que nunca se apaga no revolto mar
Palavras de leve canção
Capazes de me acalmar.

domingo, 11 de abril de 2010

SAUDADE


Sinto saudades de coisas que nunca vi
E não sei se devo acreditar
Minha sina tem sido esperar ela surgir,
Poesia que me ajuda a algo revelar.
Saudade é uma palavra muito bonita
E faz parte de cada um de nós sentí-la
Nunca vai poder ser esquecida
Como o brilho de uma pequena estrela.
Não tenho vergonha de sentir saudade
E jamais escondi minhas fraquezas
Que são reveladas quando escrevo.
Certas coisas acontecem com facilidade
Tudo depende de alguma esperteza
Ou de algo que simplesmente relevo.

sábado, 10 de abril de 2010

A MORTE


A morte
É tranquila,
Fácil...
A vida
É muito mais difícil.
Traz muitas ilusões
Pelo futuro incerto
Através de nossas
Decisões mais
Importantes ou óbvias!
A morte nos liberta de
Nossas tristezas,
Medos, e coisas
Ruins que nos abalam
Cotidiana reclamada pelo amor
Ou solene do corpo
Que perde vida.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

EPITÁFIO


As pessoas
Veem umas às outras
Como querem,
E o que sobra é a verdade
Sem termos muito o que fazer.
A aparência aos olhos desses
Importa mais do que o caráter
E uma palavra é inútil
Perto do silêncio que diz tudo.
Escuridão e luz são ilusões
Ocultas somente na minha sombra
Não escondi o que vi de você,
Porque teus gestos te revelam a mim
A essência que Deus te deu!
Se você me aceita como sou
Me mostra a felicidade
Sem máscaras.
Então:
"Não importa qual seja a verdade,
As pessoas veem o que querem ver".

quarta-feira, 7 de abril de 2010

A UM CERTO ALGUÉM


Assim como eu
Você vai se perguntar
Onde está aquela menina
Que gostava de chorar.
Bom, talvez ela não gostasse de chorar
Mas gostasse de você!
Onde será que ele está?
Talvez esteja tentando te esquecer
Para mudar de vida
Talvez o tempo lhe ajude
A fazer essa dor passar,
Perder o medo de amar...
Não se assuste, ela não lhe quer mal
Apesar de tudo o que aconteceu
Ela chorou, sofreu.
Vocês não se veem mais
Mas pra ela, tudo está em paz
E ela vai tentar ser feliz
Te desejando a mesma coisa
Com a mágoa queimada lá atrás.




*os 6 primeiros versos minha amiga Gee escreveu, e então terminei.

terça-feira, 6 de abril de 2010

MUDANÇA


Tudo o que aconteceu
Naquela noite inesquecível
Me fez pensar muito diferente.
Aquilo mudou a minha
Concepção de minhas ações,
E você simboliza isso...
Não sou mais uma criança!
Quero voltar a sentir
Algo diferente, mesmo que
Nada aconteça entre nós,
Mas não nego que tenho medo
De estar gostando de verdade de você,
Como algo além de uma boa convivência...
De qualquer jeito isso
É muito bom, porque
Me fez esquecer o lado
Ruim de um passado recente
Para viver algo novo,
E seja como for,
O tempo vai dizer
O que vai acontecer.

domingo, 4 de abril de 2010

RAZÕES


Uma lágrima cai do meu rosto
Por culpa da tristeza...
O meu sorriso é forçado
E não me sinto satisfeita.
Quero saber da verdade,
Pra quê viver algo sem sentido?
Cheguei no meu limite
Porque não tenho motivo pra sorrir
E perdi o medo de me entregar.
O vazio dentro de mim agora
Me faz enlouquecer
Não consigo esquecer seus olhos
Do jeito que pretendo
Viver é mais bonito
E não é proibido sentir algo assim.
Se você quiser
Pode me ensinar a sonhar
Com os pés no chão!

sábado, 3 de abril de 2010

TENTATIVA II


Não foge de mim...
Eu sei bem que você
Me quer tanto quanto
Eu te quero.
Não tenha medo,
Só quero te dar um único beijo
E te abraçar com ternura.
Os seus olhos me dizem
Que você não me esqueceu,
E o seu coração bate
À espera de um sinal...
A minha verdadeira felicidade
É estar do seu lado.
Por favor, me aceite devagarzinho
No lugar que me convém.
Ei, você pode até tentar
Fugir de mim, mas eu vou
Te alcançar
Pra te amar!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

EU CANTO A ILUSÃO


Se eu te disser
Que esqueci do que sentia
Por você
Eu estarei mentindo descaradamente.
Depois de tudo o que
Aconteceu,
Só tenho cantado ilusões
Mas te deixei seguir
A tua vida
Já que você nunca vai voltar.
Não lembro com tanta precisão
Dos detalhes do teu rosto,
Ou do som da tua voz
Mas esqueci das mágoas vividas
Porque aquele amor
Sempre vai fazer parte
De mim.