sexta-feira, 28 de agosto de 2009

ESPELHO DO MEDO


Um espelho encontrei
Parei para nele me olhar
De repente, me assustei,
Pois vi ele sozinho se quebrar.
Tentei juntar seus cacos
Acabei cortando meus dedos
Os pedaços se tornaram opacos,
Revelando meus segredos.
Senti meu coração apertado
Comecei a chorar
Me lembrei do meu passado
Sem saber o que pensar.
Vi palavras no vidro se escreverem,
Querendo algo me dizer
Senti minhas mãos tremerem
Desse dia não consigo esquecer.
Estava escrito:
Eu sou o espelho do medo
Não esqueço o que em mim foi refletido
E conheço o seu segredo.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

A REBELDIA REGREDIU!


Eu resolvi dar um tempo,
Quero sair de casa e
Vagar só para sentir
O vento!
Por que a rebeldia regrediu
E se rebaixou? Doce rebeldia
Que nos acolheu e nos amou!
Oh! Deus, por que todos nos
Olham como animais?!
Mesmo quando presentes
Falam de nós como se
Não existíssemos mais...
Minha rebeldia é particular
Me disseram que não devo me importar
Com o que dizem de mim!
Talvez eu não seja tão forte quanto pareço
Entre as farpas da minha rebeldia
Mas somente quero encontrar
O que quero e mereço
Ter e ser na vida...


*poema da minha amiga Gee que ajudei a terminar a partir de "minha rebeldia é particular".

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

AMOR E AMIZADE PERMANENTES


Não dá pra não pensar em ti
Não aguento mais não poder lhe ver
Peço ao vento, meu velho amigo,
Que leve um beijo em teus lábios.
Você me faz tanta falta!
De um abraço eu ando precisando
Por isso, tão triste eu ando...
E com carinho quero te abraçar
Teu sorriso pode me acalmar.
Quero estar sempre ao teu lado
Nunca quero que sejas magoado
O tempo e a distância não vão nunca apagar
O que por ti eu sinto
Me sinto segura contigo
Sei que és meu amigo
Só quero ter certeza disso
Para tranquila me sentir
Era tão bom o teu jeito doce
Queria que assim sempre fosse
Você está muito mudado
Mas por mim vai voltar ao normal
Ao teu lado me domina a timidez
Mas contigo me sinto bem
Quero que tudo volte a ser como antes, outra vez.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

VELHA AMIZADE


Aquela velha amizade
Não me deixa nunca sozinho
E me traz felicidade
Se me acompanha no caminho.
Essa relação tão antiga
Nossa grande empatia revela
Mesmo quando a gente se implica
Continua sendo simples e bela.
Estamos juntos nas alegrias e mágoas
Ao meu lado caminhas léguas
Em ti confio, teu coração é puro como limpas águas
Nos episódios de brigas, procuramos promover tréguas...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

DO SEU LADO


Quero estar do seu lado
Te fazer muito feliz
Esquecer as coisas ruins do passado
Isso é tudo o que eu sempre quis.
Estarei sempre do seu lado
Você pode contar comigo
No meu coração você está guardado
Já é mais do que meu amigo.
Nunca te deixarei sozinho
Preciso muito do seu amor
Poder seguir em paz meu caminho
Juntos esperando o sol se pôr...
Iluminando minha vida
Nada mais posso fazer
Cure aos poucos essa ferida
Do seu lado quero permanecer!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

ESTA SAUDADE


Me encontro sozinha na minha casa
O anjo que me protege quebrou a asa
Estou à espera de um bom tempo!
Te procuro numa rua vazia
Quero acabar com esta agonia
No dia que você voltar
Apenas me dê um simples beijo!

sábado, 8 de agosto de 2009

AMORES, CORES E FLORES


Amores, cores e flores
Todos podem ser intensos
Amores intensos e verdadeiros
Não são esquecidos
Mas são acrescidos
De flores doces e perfumadas
Que os apaixonados presenteiam a suas amadas
Cores pintam as flores
Amores podem deixar cicatrizes
Mas as horas felizes
As flores podem nos trazer
E ajudar a esquecer
De coisas que nos fazem mal
E fazem um canal
Com as cores
Flores e cores
Que rimam
Com os amores

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

AMAR EM VÃO


Me diga quem sou!
Não me lembre do que passou
Vou encontrar aquilo que me restou...
O que é bom pra mim preciso saber
Meu coração não quer mais sofrer.
Já amei muito e me magoei
Quero de volta a luz que apaguei
Abandonar o resto? Não sei!
Preciso realizar o que sonhei
De amar em vão
Agora eu cansei
Passar a vida ferindo o coração...
Preciso aprender
A com a solidão conviver
O que há em minha volta perceber
Nada te valeu o meu amor
Me restou somente a dor!
Chorar e sofrer de novo
De modo algum
Porque não me deu valor nenhum
O que me deu eu não sei
Mas de amar em vão
Eu cansei...
Comigo você não brinca mais, não!

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

DORME COMIGO


Dorme comigo
Só mais essa noite,
Me deixe repousar
Outra vez
No silêncio dos teus braços,
Sem pensar em mais nada.

Dorme comigo,
Não me deixe sozinha
Na nossa cama...
Preencha minhas horas vazias
Com seus carinhos...

Dorme comigo,
Conforte-me no calor
Do teu corpo,
Pois os lençois que
Me cobrem não conseguem
Me aquecer direito...

Dorme comigo,
Traga-me o amanhecer mais
Bonito...
Na luz do teu sorriso!

domingo, 2 de agosto de 2009

DERRADEIRO SOM


O derradeiro som de suas palavras
Invadiu sem temer meus ouvidos...
Me dizendo apenas adeus!
Ele me fez sentir muita dor.
Vejo as pichações na faxada do meu prédio,
Como simples
Mensagens ocultas da alma...
Minhas mágoas espalhadas
Pelo chão...
Com flores esmagadas pela
Cinza das
Horas óbvias dos
Dias comuns
Que ainda
Não vivi
Esperando a sua
Volta.

sábado, 1 de agosto de 2009

MISSÃO HUMANÓIDE


Conhecer, multiplicar o amor
Provar o seu sabor
Honrar o compromisso que fez,
Sempre tendo a verdade como algo essencial e cortez.
Essa é a missão do ser humano
Realizar seu plano...
Quero revelar meu lado poético,
Simples e cético!
Escrever talvez usando rimas
Como alegres colombinas...
Divulgar sua própria filosofia
Sorrir com alegria!