sexta-feira, 28 de agosto de 2009

ESPELHO DO MEDO


Um espelho encontrei
Parei para nele me olhar
De repente, me assustei,
Pois vi ele sozinho se quebrar.
Tentei juntar seus cacos
Acabei cortando meus dedos
Os pedaços se tornaram opacos,
Revelando meus segredos.
Senti meu coração apertado
Comecei a chorar
Me lembrei do meu passado
Sem saber o que pensar.
Vi palavras no vidro se escreverem,
Querendo algo me dizer
Senti minhas mãos tremerem
Desse dia não consigo esquecer.
Estava escrito:
Eu sou o espelho do medo
Não esqueço o que em mim foi refletido
E conheço o seu segredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!