domingo, 30 de novembro de 2008

NÃO POSSO DIZER NÃO


Não importa o que aconteça
Mesmo que a tristeza permaneça
Te dou meu coração e ele sangra na sua mão
Pra você eu não posso dizer não
Tão docemente você me irrita
E mesmo que eu me sinta perdida
Cega pela paixão
Pra você eu não posso dizer não
Mesmo quando você briga comigo
E acho que perdi um amigo
Não adianta negar, não
Pra você eu não posso dizer não
É só você pedir que eu te dou
Pra onde você quiser eu vou
Não me importa outra opinião
Pra você eu não posso dizer não
Caindo talvez na decadência
Sem pensar na conseqüência
Muitas vezes acabo na escuridão
Pra você eu não posso dizer não
Muito cuidado com o que me pede
Quase sempre tudo antecede
Não penso na minha ação
Nem na sua intenção
Pra você eu não posso dizer não...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!