sexta-feira, 30 de setembro de 2016

De soslaio

Ali, quietinha,
sentada num canto,
muda,
ela não sabia, mas tinha
tal encanto
que sua presença miúda,
encolhidinha,
aos meus olhos se fez canto.

Ela foi, de certa forma, minha
quando o diabo ou qualquer santo
plantou aquela muda
de florzinha
de silencioso pranto
na ponta da minha vista já tão sisuda...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!