sábado, 27 de março de 2010

AFUNDANDO


E já fiz tanta coisa por você...
Chore milhares de lágrimas
Sempre gritando, enganando e sangrando,
Nunca recebi nada em troca...
Me deixe, acho que posso me salvar
Acordar de uma só vez
Já fui atormentada demais
Diariamente derrotada.
Quando pensei que você já tinha me deixado no fundo
Eu estou morrendo de novo!
Estou afundando
Me afogando nas suas águas
Caindo na velha armadilha
De onde quero avançar e me libertar.
Confundi demais as verdades e mentiras,
Não sei o que é real
Em minha cabeça e à minha volta
A confiança em mim mesma acabou.
Vá e grite até mim
Eu estou muito longe
Não posso continuar afundando
Por sua causa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!