sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O TEMPO QUE PASSA

A soldão está aqui
O violão me acompanha
Enquanto fumo um cigarro
Sem saber do tempo lá fora.
O livro que li ontem fala do tempo
Que passa, e tenho medo ainda
De tirarem meu lugar no teu coração.
Não importa com quem estejas,
Jamais esqueças do que de fato
Significas em minha vida,
Até porque nada vai mudar...
O tempo voa
Me lembro do teu sorriso
E das palavras doces e tranquilas
Que já ouvi de você,
Não tem nada mais gratificante!
Sem direção
Querendo me encontrar em cada esquina
Último suspiro de inverno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!