sexta-feira, 7 de maio de 2010

SANGUE


Sangue corre nas veias
Coração pulsa frenético
Os cortes fervem sem medo
Por onde você passa e não sai.
Quero experimentar o lado bom
Da dor que sinto há tanto tempo
Porque o teu sangue é o meu sangue,
E nada me faria mudar de opinião
Por tudo o que flui dentro de mim,
Inclusive o amor por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!