terça-feira, 30 de junho de 2009

PIANO



Agora sento-me em frente ao piano
Com muitas coisas em minha cabeça
Pretendo concretizar meu plano
Minha vida não avança nem regressa.
Um novo poema escrever
Para o que sinto lhe falar
Não pensar em mais sofrer
Apenas de novo contigo estar.
Uma simples canção vou tocando
Simples notas que percorrem meus dedos
Discretas lágrimas talvez rolando...
Meus versos vou terminando silenciosamente
Para meu piano não tenho segredos
Talvez meu plano seja de unir de novo a gente...

Um comentário:

  1. Um piano...meu instrumento musical favorito...
    Pena q não sei usá-lo...
    Belo poema...

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!