quinta-feira, 25 de junho de 2009

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS


Assim me sinto, pensativa, como uma
Menina triste e sozinha
Que não sabe o que quer da vida.
Roubava os sentimentos das outras pessoas, e guardava em
Livros negros e mofados. Mas na verdade ela
Encontrou um motivo para todas
As palavras tristes que escreve.
Morte, tristeza e lágrimas,
Três palavras que sempre andam juntas!
Vezes combinadas,
E que fazem parte de todos.
Se o que eu escrever fizer algum sentido, mesmo sombrio, minha poesia
Salvou a todos que leem da falta de versos simples...
Em cada dia que nasce,
Todas as poesias surgem através de alguém.
A menina que roubava livros em busca de inspiração...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!