quarta-feira, 10 de junho de 2009

DEFEITO


Não sei se estou certa em suportar seu mais grave "defeito",
Ao mesmo tempo chato e perfeito
Quando você, de maneira sutil e indiferente,
Parece me abandonar...
Invade e inunda minha mente
O medo fica mais latente
Mas se convence de que ganhou o pleito
Se carinho venho te angariar...
E no teu corpo me abrigar,
Querendo apenas te agradar
Consegue sempre com sucesso
Que aconteça o meu regresso
E passe a muito mais te amar.
Relemos juntos as antigas cartas trocadas,
As tuas, querido, sempre perfumadas
Que se não fossem somente pra mim
Crises de ciúmes talvez seriam provocadas
Nosso amor lindo teria fim.
Mas, felizmente
Isso que entre nós se sente
É grande demais pra que por uma bobagem pudesse acabar...

Um comentário:

  1. legal..... gostei!!


    http://ventaniamaritima.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!