sábado, 20 de setembro de 2014

Sobre ser gaúcho

Hoje é 20 de setembro, um dia muito importante para nós, que nascemos aqui no Rio Grande do Sul. Porque apesar de termos teoricamente perdido a guerra, não deixamos de ter bravura e amor por aquilo que somos, pelo lugar de onde viemos.
Gaúcho de verdade não é aquele que anda pilchado o ano inteiro (ou pior, apenas na Semana Farroupilha), mas aquele acima de qualquer coisa não esquece de onde veio; que leva as tradições consigo por onde passa; que tem dentro de si a coragem daqueles que lutaram na guerra de todos os lados, não desistindo de seus ideais; aquele que recebe quem chega com simpatia e naturalidade e sempre com um mate amargo e quentinho pra começar a conversa.
Aquele que aprecia a boa música e literatura local; que não se abate nas adversidades e sabe dizer palavras bonitas com sua natural dicção perfeita, apesar da simplicidade de muitos de seus modos; aquele que valoriza as coisas simples da vida, como comer um bom churrasco ao lado de amigos de longa data. Aquele que canta com orgulho o hino do seu Estado, e não tem vergonha de dizer que é gaúcho!
Letícia Bolzon Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!