sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Eu e as palavras

Aprendi a ler e escrever sozinha ao quatro anos de idade e sempre estive rodeada de livros, que li várias e várias vezes. Conforme eu crescia é claro que muitas coisas mudaram, mas o meu amor pelas palavras sempre esteve presente através de revistas e coisas assim.
O peculiar é que foi depois da adolescência que passei a ler cada vez mais e gostar cada vez mais dos livros, tanto é que hoje em dia é o que sugiro como presente nas datas especiais e estou adquirindo e lendo cada vez mais exemplares. Parece que se não tenho um livro interessante para ler, me sinto vazia, incompleta; e um dos meus sonhos é ter uma grande biblioteca em casa.
Se não fossem os livros eu certamente teria tido uma infância muito sem graça, sem histórias para contar, não teria imaginação. Se não fossem os livros, possivelmente eu também não gostaria de escrever, não estaria contando minhas próprias histórias e tentando publicar meu primeiro livro. Se não fossem os livros, minha mentalidade seria limitada e eu não conheceria tanta gente, tantos mundos, tantas épocas, tantas palavras novas. Possivelmente eu seria bem diferente do que sou hoje. Não me vejo longe dos livros e ficarei muito feliz se meu trabalho for reconhecido e/ou meus filhos herdem meu amor pelas palavras.

Letícia Bolzon Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!