sábado, 21 de fevereiro de 2009

VERSO INCOMPLETO


Estou em silêncio aqui
Transcrevendo palavras vãs
Devaneios discretos
Bem simples...
Agora me pergunto:
O verso incompleto que escrevi
Quem poderia continuar?
Apenas completar...
A mim e ao verso...
Talvez seja você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!