sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

GOTAS DE CHUVA


As gotas de chuva chicoteiam minha janela
Espero o telefone tocar para ouvir tua voz de novo
Não quero te tratar como um troféu
Mas esta saudade me joga em frangalhos ao léu
Sinto meu coração sangrar por não ter notícias suas...
A caneta preta em minha mão percorre lentamente o papel
Enquanto as palavras navegam soltas em minha cabeça
No meu piano toco simples acordes que se fundem no meu poema
De repente se forma uma canção
Seus versos dizem o que está no meu coração
Canto pensando em tudo o que vivemos
Pra você e pra mais ninguém.
Me lembro do quanto o nosso amor é grande
Há tanto tempo sendo levado adiante
Quero e sei que você quer que seja sempre assim
Nós dois juntos, sempre!
Estou esperando você voltar e ficar ao meu lado
Como sempre foi...
Sei que você me ama e sente minha falta também

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!