sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

NÃO VOLTO ATRÁS


Não volto atrás naquilo que te disse ontem
Apenas não quero me ferir
E nem perder meu tempo
Com suas bobagens fúteis
A vida vai ser sempre assim
Não vai mudar
Mas sempre vai estar na sua memória
Até o fim
Encontre suas próprias respostas
Sonhe, seja feliz!
Confio na minha própria razão...
Sento-me em frente ao teclado
E componho simples acordes
Que te pedem pra esquecer da escuridão
Expressa no movimento de meus dedos
Mas que vive dentro de você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!