terça-feira, 4 de outubro de 2016

Fibromialgia

Não sei se te amo,
não sei se te odeio
e isso dói.

Não sei se te perdoo
mas sei que não esqueço
e isso dói.

Não sei o que fazer,
não sei o que te dizer,
e isso dói.

Não sei se te conheço
ou se ainda estás aqui,
e isso dói.

Sei da minha culpa
e também da tua
e isso dói.

Diferentes demais,
iguais demais
e isso dói.

Muita coisa mudou
mas muitas serão as mesmas
e isso dói.

Sinto raiva,
sinto medo,
e isso dói.

De mim
e até de ti
e isso dói.

Mal consigo te olhar
e teu jeito de me olhar me assusta;
isso dói.

Não sei se o tempo vai nos curar,
se algo vai mesmo melhorar,
e sei que isso te dói.

Não te cobro mais
o que um dia foste, nunca poderás ser e não és mais,
mas claro que dói.

Só não cobre de mim
o que nunca fui ou serei,
porque me dói…

Porque eu cresci
e tu envelheceste
e por isso dói.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!