quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Quando a saudade
mais machuca,
escorre
pelos olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!