sexta-feira, 25 de setembro de 2015

30/01/2012

Não me culpo mais
por sentir o
que quer que seja.
Sentir com intensidade prova
que sou um ser humano, mesmo
que alguns
não se importem com isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!