segunda-feira, 16 de agosto de 2010

SOB MINHA PELE


Sob minha pele
Corre o sangue do meu corpo
O ar que me faz respirar
Permanece o carinho que você me fez.
Sob minha pele
Estão as lembranças que te trazem pra perto de mim
Cada palavra da velha poesia
Aquele sentimento que escondi até de mim mesma.
Sob minha pele
Vive a partitura da nossa canção
O grito que calei a vida toda
A desculpa que não desejo dar.
Sob minha pele,
A certeza de que não vou regredir
Que estou perto do limite
De ser feliz.
Sob minha pele
A força silenciosa de nossa amizade
O coração de tudo
O que me faz bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!