segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Não sou escritor

Escrevo
porque é meu destino.
Escrevo
para não morrer.
Escrevo
para me transcender.

Escrevo
por ser uma mentira
que fala a verdade:
a mesma verdade
que minha alma sussurra,
que está em meus
olhos escuros
que meus cabelos escondem.

Escrevo
porque meu coração
é selvagem
e meu sangue,
de tinta.

Escrevo
porque sinto
mais do que
consigo expressar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!