sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Anjo justo

Eu sei que
se tu pudesses,
tiraria de mim
o medo, a
dor, a melancolia.

É bom saber
que não me
cortas as asas,
mas andas comigo,
ao meu lado.

Tão sonhador quanto
eu, com esses
meus medos absurdos
e nos pequenos
detalhes tão nossos.

Puseste meu coração
não numa caixa
escura e fechada,
privado de ar
e do mundo,
sem as sensações.

Mas numa almofadinha
onde mesmo nas
horas mais escuras
ele encontre conforto,
um gesto carinhoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!