domingo, 8 de março de 2015

Escuro bem-vindo

Esferas lindas
de escuridão
das quais
não tenho
nenhum medo...
Teus olhos.

Brilho perpétuo
e belo
que guia
meu caminho
ao teu
grande coração...

Buraco negro
cuja gravidade
me puxa
e para
onde, indefesa,
me rendo.

O fogo
da vida
que pulsa
e queima
de ti
para mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!