domingo, 11 de janeiro de 2015

Encontro

Pegou a minha mão
e me deu esperança
na estrada mais tortuosa.
Olhou pra mim
e viu o que os outros não veem,
o que nem eu consigo ver.

Percorre minha escuridão
tocando minha alma desgastada
no silêncio acolhedor
de quem está disposto a ouvir
e a conhecer de verdade
o que preciso entender e escondo
por baixo das lágrimas e sorrisos falsos.

Me ama,
mesmo eu estando aos pedacinhos
e me abraça
quando eu mais sinto saudade e medo
e preciso de calor.

Tem o meu coração
mais do que qualquer outro,
com todas as suas mágoas e ressentimentos...
Lhe devo muito
porque mudou a minha vida
ao abrir meus olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!