sábado, 30 de maio de 2009

TUAS MEMÓRIAS


Lembra-te daquele que te escreveu um soneto
Lembra-te dos sons daquela velha trova
Lembra-te das tantas juras de amor já feitas
Lembra-te dos versos simples que te foram escritos
As tuas memórias me são muito valiosas...
Quando lembra-te de nossos bons momentos...
Lembra-te daquelas tristes lágrimas
Com a sonoridade de uma suave melodia

Um comentário:

  1. Amiga,, que lindo,teu poemeto!singelo com sabor de saudade!
    Obigada por tua visita, e também por seguir meu blog![[bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!