sábado, 24 de julho de 2010

MENSAGEIRO


Marcas em minhas costas
Atração pelo vento e pelo céu
Instinto de proteção
Habilidade ao andar pelos telhados
Afeição pela natureza
Fé no homem e no mundo...
O que está acontecendo comigo?
Me prenderam à força,
Dormi sem sentir os músculos
Enquanto enfaixavam meu tronco
Dores horríveis tentam atrofiar o que lhes
Causa vergonha, e que ainda tento saber o que é.
Já chega,
Eu não quero fugir do meu destino
Nada pode me curar, não quero me curar
Não vou machucar ninguém
Sou um anjo
Um anjo deve voar, pousar nas nuvens
Me deixe abrir as asas
Revelar o que realmente sou.
Encontrar a luz que a humanidade precisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!