domingo, 17 de janeiro de 2010

PORTO


A canção que o mar canta me tranquiliza
Se na praia busco silêncio e paz
Meus pés tocam a areia e sinto a brisa
E percebo que hoje em dia, tudo é tão fugaz...
Meus pensamentos fazem uma grande viagem
Perdidos, sem sabem para onde vão
Depois de breve sondagem
Guardam-se no porto do meu coração.
Me escondo no cais
De minha saudade reprimida
Bem ou mal não sei se faz,
Talvez tenha me deixado iludida.

2 comentários:

  1. Olá foi um prazer conhecer seu blog e ler um pouco dos seus sentimentos. Gostaria que também me visitasse no meu blog e quem sabe me seguisse: www.fantochededeus.blogspot.com
    Sempre que puder estarei aqui. bjus

    ResponderExcluir
  2. LE,amei este poema,lindo mesmo.Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!