segunda-feira, 2 de março de 2009

MANHÃS SOMBRIAS


As últimas manhãs tem sido sombrias
Tenho pensado em muitas coisas ao mesmo tempo...
Agora parei para escrever
Me falta inspiração há dias
Há muito tempo não encontro rimas
Que possam enriquecer meus versos
Mais singelos
Ultimamente vi manhãs sombrias
Coisas muito estranhas!
O tempo passa e as coisas continuam as mesmas
Em alguns pontos isso não é bom
Porque as pessoas também são as mesmas...hipócritas
Tento me conformar e levar minha vida como posso
Continuar como estou
A poesia morando no coração
Pretendo ser poeta por toda a vida
Mas tomara que eu nunca perca a essência
Das palavras...
E que as próximas manhãs não sejam tão sombrias

2 comentários:

  1. Leela...seus textos são unicos...adoraveis msmo...xD
    Seus espaço é simplesmente Sublime...xD

    "estas palavras que me faltam...não poderia comentar ou mesmo repensar...oque fora feito desse dia...da pequena manhã sombria...o crepusculo de um novo entardecer...de decisões tomadas no absurdo...um novo som a de conter...um entrave constante de palavras lucidas...eis que se faz do ontem...um hoje de trevas nebulosas...em uma simples manhã"

    ResponderExcluir
  2. Senti como se o inverno chegasse de manso ao coração!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!