segunda-feira, 31 de julho de 2017

22/02/2015

Sinto minhas pernas fracas e meus pés cansados; não parecem mais conseguir sustentar o peso do corpo, embora nunca tenham andado neste chão... Meus olhos estão cada vez mais tristes e sinto meu coração pesado pelo medo. Às vezes olho para mim mesma e acho que nem me reconheço mais.

Sou uma leoa que, quando tomou consciência da própria liberdade, passou a lutar por ela, tentando cada vez mais destruir a redoma na qual foi colocada. Mas que se hoje se vê acuada e atrás de grades que forjou sobre si mesma.

Tenho que ser forte, prometi isso a ele. Não por ele, mas por mim. De vez em quando acho que estou morrendo por dentro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!