sábado, 29 de julho de 2017

21/08/2015

Poemas inteiros, páginas de romance, verdades caladas, constatações. Tanto surge nessas horas em que o mundo dorme e eu vivo outras vidas. Talvez eu seja feita para a madrugada e para o seu lindo silêncio, muito embora minha mente grite e a solidão me abrace.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!