quinta-feira, 11 de junho de 2015

Nem tudo depende de mim

Eu sei que cada erro tem uma consequência… Talvez mais importante do que aprender com eles seja dar-se a liberdade de cometê-lo, no alto da nossa falha humanidade. E que o maior ato de responsabilidade seja encarar qualquer consequência que vier.

É triste quando as pessoas mais próximas de nós, numa tentativa de ensinar-nos uma lição, acham que apontar apontar apenas as falhas nas atitudes cobradas impede que elas se repitam, como se não tivéssemos consciência do que fazemos.

E que veem nossas boas ações como uma espécie de obrigação que não merece elogio.

É tão cansativo fazer apenas o que as pessoas esperam de nós, como se fôssemos máquinas perfeitas e não tivéssemos opiniões próprias. Esse ciclo vicioso acaba fazendo com que nos torturemos e cobremos cada vez mais.

Eu só quero me livrar disso…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!