sexta-feira, 17 de junho de 2011

CANÇÃO II

Meu anjo
Todos os dias te vejo
Na companhia
De um velho violão
Que sei ser tua fonte de alegria
Nas horas de solidão.
Vejo que através das notas
Expressas o que sentes
Da mesma maneira
Que eu e a poesia...
Há algum tempo
Escrevi alguns versos
Que talvez mereçam se tornar
Música em nossos ouvidos.
Te peço que abras teu coração
E faças uma melodia pra mim
Pra acompanhar essas palavras,
A minha melodia no teu violão
A tua poesia pela minha mão
Pra que seja a nossa canção.

Um comentário:

  1. Gostei muito deste poema, estou a seguir o teu blog e voltarei Iolanda (Açores, Portugal), cantinhodaheidi.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pelo feedback!