quarta-feira, 25 de maio de 2011

NINGUÉM EM CASA

Resolvi correr, fugir
Sair de casa
Já que cometi os mesmos erros,
E não aguento mais.
O que há de errado comigo?
Não sei de onde eu vim,
Busco um lugar onde eu possa
Pertencer!
Quero ir pra casa, a minha casa
Mas não tem ninguém
Meus olhos choram quebrados
Não tenho pra onde ir,
Não tenho ninguém
Que seque minhas lágrimas.
Abri meus olhos
Vi o que deixei pra trás
Encontrei minhas razões
E sei que posso ser forte.
Estou em todos os lugares
Perdida por dentro,
Escondendo sentimentos
Na desgraça
Sem poder sonhar
Sem fé
Perdendo a cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!