terça-feira, 6 de dezembro de 2011

COMEÇO, MEIO E FIM

Há muito tempo
Cheguei à fria conclusão
De que me sinto sozinha
Sei que sou forte
Mas tenho estado muito frágil
Perdida e sem coragem.
Desde bem pequena
Espero por algo
Que cure minhas feridas
Que tanto me doem...
Eu faria qualquer coisa
Pra fazer essa dor passar!
Já achei que em outros braços
Encontraria o esperado consolo
Mas foi em vão.
Se que mereço
Um pouquinho de felicidade;
Que és muito diferente dos outros
E te importas com o que sinto.
Volta logo pra mim
Eu preciso da tua ajuda
Preciso de um abraço teu
Que afaste meus medos
Me proteja de tudo e todos
Preciso da tua mão,
De um abrigo,
De ti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo feedback!